Notícias

Vídeo: Funcionário é agredido e estuprado pelo patrão

A
tortura e o estupro são crimes graves. Em
Taguatinga, no Distrito Federal, um caso de extrema violência surpreendeu os moradores da região. O dono de uma loja, que ainda não teve o nome divulgado, foi preso por
torturar e estuprar um funcionário depois dela ter furtado objetos no local em
que trabalhava.
De
acordo com a polícia, depois que agrediu o funcionário, o patrão colocou o homem dentro de um tambor de metal e o abandonou em uma via pública da
cidade, com a ajuda de mais dois comparsas.Leia mais:Preso suspeito de assalto em casa de vereador em AnanindeuaPolícia e família creem que crime do motel foi premeditado
Ainda segundo a polícia, tudo começou quando o
funcionário furtou uma furadeira e uma serra da loja em que trabalhava depois do patrão negar um adiantamento de salário. Após o sumiço dos objetos, o
proprietário chamou a vítima aos fundos da loja, e juntamente com outros dois
indivíduos, causou intenso sofrimento físico e mental com “agressões e
até coronhadas de uma arma de fogo”.
Os agressores ainda exigiram que a vítima desbloqueasse aplicativos bancários
de seu aparelho celular para que fosse feita a consulta de valores, segundo a polícia.
Se condenados, os suspeitos podem responder pelos crimes de
tortura, roubo e estupro. Eles foram presos e levados para a delegacia do Distrito Federal.Veja o vídeo: 

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

 

Fonte: Diário do Pará 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade