Notícias

Veja quais pistas ajudaram crianças colombianas a serem encontradas

Os quatro irmãos indígenas que estavam desaparecidos há 40 dias na Floresta Amazônica da Colômbia, após a queda de um avião, foram encontrados na última sexta-feira (9) com vida. Eles têm um, quatro, nove e 13 anos e sobreviveram com água e frutas da própria natureza, além de kits jogados por helicópteros de resgate durante o período.

De acordo com as forças de segurança da Colômbia, algumas pistas deixadas pelas crianças foram cruciais para ajudar a encontrá-las. Veja quais são:

Pegada em meio à floresta
Restos de frutos
Mamadeira deixada na floresta
Abrigo improvisado de paus e pedras
Objetos como tesoura e fitas de cabelo

A suspeita da polícia é que a primeira pegada encontrada é da irmã mais velha, Lesly Jacobombabire Mucutuy, de 13 anos, que foi a principal responsável por cuidar do grupo. A mamadeira é do bebê, Cristin Neriman, que completou um ano enquanto estava desaparecido. 

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Crianças que sofreram acidente aéreo são encontradas com vida na Colômbia; vídeo]]

[[(standard.Article) Crianças que sofreram acidente aéreo na Colômbia podem ter sido sequestradas por guerrilheiros]]

“Heroína e guerreira”, disse a avó das crianças, Fátima Valencia, sobre a neta mais velha, Lesly, que ajudou os irmãos a se manterem vivos e seguros por mais de um mês em meio à floresta. 

“Ela sempre cuidava deles, quando a mãe trabalhava. Dava-lhes fariñita (alimento típido de indígenas da região), casabito (pão de farinha e mandioca), qualquer fruta do mato”, afirmou Valencia à AFP. “Não baixamos a guarda. Rezamos todas as noites”.

“Me sinto muito feliz, muito feliz. Meu Deus é muito grande. Agradeço ao presidente e aos povos indígenas de todas as etnias que colaboraram conosco na busca de nossas crianças. Não tenho como agradecer, porque palavras não chegam”, declarou Fidencio Valencia, avô das crianças.

Os quatro irmãos foram resgatados muito fracos, cheio de picadas de mosquitos e receberam os primeiros socorros ainda na selva, antes de serem levados ao hospital. Eles foram socorridos de helicóptero para San José del Guaviare, o município mais próximo do local onde foram encontrados. O aviso do resgate foi dado pelo presidente da Colômbia, Gustavo Petro, por meio do Twitter. “Uma alegria para todo o país. As quatro crianças que estavam desaparecidas há 40 dias na selva colombiana foram encontradas com vida”, escreveu a autoridade na rede social. 

Relembre o caso

As quatro crianças desapareceram após o avião em que estavam cair na Floresta Amazônica colombiana, em 1º de maio. O piloto da aeronave chegou a reportar problemas mecânicos, mas o avião desapareceu logo depois.

As forças de segurança da Colômbia iniciaram a busca pelos ocupantes do voo. Corpos de três adultos, entre eles a mãe das crianças, Magdalena Mucutuy, foram encontrados no local do acidente. A outra vítima, além do piloto, era a líder da comunidade indígena dos irmãos procurados, que pertencem à etnia Huitoto.

Após os corpos serem encontrados, foi iniciada uma busca intensa pelas crianças desaparecidas. Ao todo, mais de 120 membros das Forças Armadas e cerca de 70 indígenas foram mobilizados para a “Operação Esperança”. As pistas de que as crianças estavam vivas reforçavam ainda mais as ações de busca. A operação foi finalmente concluída com sucesso na última sexta-feira (09), após eles serem encontrados com vida.

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade