Notícias

Sessão solene na Alepa, nesta segunda (12), celebrará 112 anos da Assembleia de Deus

O auditório João Batista, na sede da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), sediará a partir das 10 horas desta segunda-feira (12) uma sessão solene comemorativa dos 112 anos de fundação da Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Igreja Mãe. A fundação da Igreja se deu em 18 de junho de 1911, em Belém do Pará, por iniciativa dos missionários suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg. 

As homenagens do Parlamento Paraense à Igreja ocorrem há nove anos, por meio do Decreto Legislativo nº 12, de 2014, de autoria do então deputado estadual à época, Raimundo Santos, hoje deputado federal. Durante a solenidade nesta segunda-feira (12), várias personalidades eclesiásticas serão homenageadas com a Medalha do Mérito Evangélico “Daniel Berg e Gunnar Vingren”. Essa medalha é conferida a pessoas que prestaram serviços de evangelização e com relevantes benefícios à sociedade.

Reconhecimento

A Assembleia de Deus é a única denominação religiosa do Pará que possui o maior número de leis estaduais aprovadas por unanimidade pelos parlamentares da Alepa, dentre elas destacam-se: O Dia das Assembleias de Deus”, fixado em 18 de junho (Lei 5.575/1991); a lei que Declara o Museu da Assembleia de Deus como Patrimônio Histórico Paraense (Lei 7.529/2011). É reconhecida como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial para o Estado do Pará o “Dia das Assembleias de Deus”, pela Lei 7.633/2012.

Outra proposição é a que declara a encenação da chegada dos missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren a Belém para fundar a Assembleia de Deus como Patrimônio Cultural, Histórico e Turístico do Estado do Pará (Lei 8.268/2018 ), além de outras legislações.

A Igreja 

Em 18 de junho de 1911, em Belém, os missionários suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg fundaram a Assembleia de Deus. Para relembrar a data histórica, a igreja realizou uma programação que envolveu ações humanitárias em Melgaço e em Portel, no Marajó, com entrega de 2.500 cestas de alimentos, brinquedos, casas para famílias carentes, incluindo mobília, cursos de qualificação e a instalação de uma base humanitária permanente para prestar serviços de capacitação e atendimento médico e jurídico à população.
 
Outro momento na programação comemorativa foi o Casamento da Cidade para mais de 300 casais em Belém, Melgaço e Portel. Ainda nesta semana, será realizada a tradicional reconstituição que relembra a chegada dos pioneiros à capital paraense.

Essa encenação ocorrerá neste sábado (17), às 9h, na Escadinha do Porto de Belém. O evento envolve cerca de 50 mil pessoas a cada edição, vindas de navios e vestidas em trajes de época do século XX. 

Na noite do mesmo dia, ocorrerá a grande celebração dos 112 anos no Centenário Centro de Convenções. No dia 20 de junho, será realizado o encerramento das celebrações, também no Centro de Convenções da Igreja.

Confira a programação:

– Reconstituição da Chegada dos Pioneiros
Local: Escadinha do Porto de Belém
Data e hora: 17 de junho, (sábado), às 9h

– Grande celebração dos 112 anos
Local: Centenário Centro de Convenções
Data e hora: 17 de junho (sábado), às 19h

– Encerramento dos 112 anos
Local: Centenário Centro de Convenções
Data e hora: 20 de junho, (terça-feira) às 19h

Serviço:

Sessão solene
Data e horário: 12 de junho (segunda – feira) – 10 horas 
Local: Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Auditório João Batista – 2º andar).
Endereço: Rua do Aveiro,130 – Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha.

 

 

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade