Notícias

Rony quebra jejum e Palmeiras fica perto da vaga

O Palmeiras venceu o Cerro Porteño por 3 a 0, nesta
quarta-feira (24), fora de casa, pela quarta rodada da fase de grupos da
Libertadores. Rony foi o nome do jogo no estádio General Pablo Rojas, com um
gol e duas assistências.
O atacante quebrou um jejum de 12 partidas sem
marcar. Artur, responsável pelos outros dois gols do Palmeiras, também foi
destaque na partida.
Com a vitória, o Palmeiras chegou aos nove pontos e
aparece no segundo lugar do Grupo C, atrás apenas do Bolívar, que tem saldo de
gols melhor. O Cerro, por sua vez, segue com três, no último lugar da chave.
Com seis pontos de vantagem para o Barcelona e para
o Cerro, o Palmeiras precisa apenas de um empate nos dois próximo jogos da fase
de grupos para garantir classificação ao mata-mata.
O Palmeiras volta a campo no próximo domingo (28),
quando enfrenta o Atlético-MG, fora de casa, às 18h30 (de Brasília), pela
oitava rodada do Brasileirão. Na Libertadores, o Verdão volta a jogar no dia 7
de junho, contra o Barcelona de Guayaquil, em casa, às 18h30.
O JOGO
O duelo começou com o Cerro Porteño pressionando o
Palmeiras. Pelo lado esquerdo do ataque, o time paraguaio tentou explorar as
costas de Mayke com a velocidade de Carrizo.
A pressão inicial do Cerro, no entanto, foi
atrapalhada pela expulsão de Báez após solada no joelho de Artur em um
carrinho. O técnico Facundo Sava, buscando recompor a defesa, substituiu
Carrizo.
Com superioridade numérica, o Palmeiras passou a
ser superior também na técnica. Dominando o meio de campo, o Verdão abriu o
placar justamente pressionando os passes do Cerro.
Depois de sair na frente, o Verdão empilhou chances
para ampliar o placar ainda no primeiro tempo, mas parou em defesas de Jean e
em um erro de Rony.
O Palmeiras voltou para o segundo administrando o
tempo com a bola nos pés, mas não deixou de ser agressivo, principalmente em
velocidade.
Foi justamente em lances rápidos que o Verdão
conseguiu ampliar o seu placar. Se movimentando entre a defesa adversária, Rony
participou diretamente das jogadas e se tornou o nome da partida.
Nos minutos finais, o Palmeiras teve a expulsão de
Richard Ríos após o colombiano acertar o braço no rosto de Cardozo. Com a
igualdade numérica, o Cerro tentou descontar, mas parou nos erros de
finalização e em Weverton.
GOLS E DESTAQUES
1 x 0 – Após roubada de bola, Zé Rafael lançou Rony
em velocidade. O camisa 10 tocou para Artur que, de fora da área, bateu de
chapa no canto direito alto de Jean para colocar o Palmeiras na frente.
Quase o segundo – O Palmeiras quase ampliou o
placar com Zé Rafael. Após pegar sobra na entrada da área, o volante bateu
firme no canto esquerdo, mas Jean espalmou.
Espalma Jean! – Em lance de bola aérea, Gustavo
Gómez ganhou da defesa e, de peixinho, cabeceou firme. No meio do gol, Jean
conseguiu espalmar.
Inacreditável, Rony! – No final do primeiro tempo,
Raphael Veiga recebeu pela direita e finalizou cruzado. Jean espalmou, e a bola
se ofereceu para Rony que, de frente para o gol e sem goleiro, mandou para
fora.
2 x 0 – Artur também foi o nome do segundo gol. Em
lance pela esquerda do ataque, Rony recebeu no fundo e tocou rasteiro. Sem
marcação, o camisa 14 completou para a rede.???? El que hace un gol en la CONMEBOL #Libertadores, lo festeja como quiere….???? #Artur @Palmeiras pic.twitter.com/1XKKJulgx6— CONMEBOL Libertadores (@Libertadores) May 24, 2023
Raspou a trave – Luan tentou recuo para o Weverton,
mas tocou curto. Churín tocou na saída do goleiro e viu a bola passar raspando
a trave esquerda do Palmeiras.
3 x 0 – Aos 23 minutos, Rony recebeu passe de Luan
e, cara a cara com Jean, driblou o goleiro e tocou para o gol, quebrando o seu
jejum.????????⚽️ ¡Rony siempre está! El delantero de @Palmeiras marcó su primer gol en la actual CONMEBOL #Libertadores y sentenció el 3⃣-0⃣ sobre @CCP1912oficial ???????????? #GloriaEterna pic.twitter.com/WQrkk0nj7s— CONMEBOL Libertadores (@Libertadores) May 25, 2023
FICHA TÉCNICA
Cerro Porteño 0 x 3 Palmeiras
CERRO PORTEÑO
Jean; Espínola, Patiño (Álvarez), Piris da Motta e
Báez; Cardozo, Viera (Farina), Carrizo (Rivas) e Aquino (Bobadilla); Galeano
(Morales) e Churín. T.: Facundo Sava
PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e
Piquerez; Gabriel Menino (Jhon Jhon), Zé Rafael (Jailson) e Raphael Veiga
(Richard Ríos); Artur, Dudu (Breno Lopes) e Rony (Flaco López). T.: Abel
Ferreira
Estádio: General Pablo Rojas, em Assunção, no
Paraguai
Juiz: Andrés Matonte (URU)
Assistentes: Nicolas Taran (URU) e Martín Soppi
(URU)
VAR: Andrés Cunha (URU)
Cartões amarelos: Piris da Motta, Cardozo (CER),
Piquerez, Gustavo Gómez (PAL)
Cartões vermelhos: Báez (CER), Richard Ríos (PAL)
Gols: Artur, aos 24min do primeiro tempo e aos
12min do segundo tempo, e Rony, aos 23min do segundo tempo

Fonte: Diário do Pará 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade