Notícias

Psicólogo mata namorada, faz live e morre em ação da PM

O psicólogo Givanildo Freitas dos Santos, 43, fez uma transmissão ao vivo após matar a namorada para tentar impedir a entrada de policiais no seu apartamento em Araçatuba, interior de São Paulo, na noite da última sexta-feira (19). De acordo com a reportagem do Metrópoles, ele morreu em um confronto com os agentes em seguida.

Informações da Polícia Civil de Araçatuba dão conta que Givanildo matou Karen Vitória Mariano Pereira, 19, com facadas no pescoço.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Marido é preso suspeito de matar esposa estrangulada e levar corpo ao hospital]]

[[(standard.Article) Feminicídio em Cametá: Mulher é assassinada com 31 facadas pelo ex]]

[[(standard.Article) Corpo de influenciadora é encontrado ao lado do de ex-companheiro, em veículo]]

Pouco antes da transmissão nas redes sociais, o acusado também fez uma série de publicações. “Me perdoem”, “Estou indo para a glória” e “Amo vcs”, postou.

Na live, Givanildo questiona se os PMs vão cometer uma “execução”. Após a porta do quarto ser arrombada pelos policiais, Givanildo teria tentado atacar os agentes e arrancar a arma de um deles.

Os policiais teriam atingido o suspeito com dois disparos de arma de fogo. Ele morreu no local.

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade