Notícias

Muriqui revela mudança de ânimo do Remo após chegada de Ricardo Catalá: ‘uma nova motivação’

O clima no vestiário do Baenão parece ter melhorado a partir do momento em que o técnico Ricardo Catalá assumiu o Remo. Desde que o treinador foi anunciado pela diretoria azulina, o Leão não sabe o que é perder – são duas vitórias e um empate em três jogos disputados. Além do resultado, quem comprova a existência desse bom ambiente de trabalho é o atacante Muriqui, referência técnica do time. Em entrevista coletiva, concedida na tarde desta segunda-feira (25), o jogador disse que o elenco gostou da forma como Catalá trabalha.

Whatsapp: saiba tudo sobre o Remo. Recêêêba!

“Quando um time troca de treinador, a motivação muda. A galera que não vinha jogando agora tem uma motivação a mais pra mostrar seu trabalho e gerar oportunidades. Temos notado que ele (Ricardo Catalá) é um cara que gosta de jogar pressionando e, quando perde a bola, marca bastante. Não tivemos muito tempo pra trabalhar, por causa do excesso de jogos, mas sabemos que ele é um cara que gosta de jogar e conhece muito a divisão que estamos”, disse Muriqui.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Ex-Remo, Bonamigo explica chegada de estrelas ao futebol da Arábia Saudita]]

[[(standard.Article) Sem espaço, lateral Raí Lopes é dispensado do Remo após ficar mais de um mês sem jogar]]

[[(standard.Article) Remo inicia venda de ingressos para o jogo contra o América-RN pela Série C]]

A sequência positiva de Catalá poderia ser ainda melhor se o Remo não tivesse cedido o empate ao Brusque no último sábado (3), pela sexta rodada da Série C. O Leão saiu na frente do placar, mas levou um gol na reta final de jogo. Sobre a partida, Muriqui diz que o elenco ficou com a sensação de que poderia ter saído “mais feliz” de campo.

“Pela circunstância do jogo, poderíamos ter ganhado. Mas, se você olhar a tabela no início do campeonato, um empate contra o Brusque fora de casa é algo pra se ficar satisfeito. Conseguimos fazer um bom jogo, mas tomamos um gol na reta final. A sensação é de que poderíamos estar mais felizes agora, com uma vitória”, explicou.

Para finalizar a entrevista, Muriqui falou sobre o fato de estar participando menos das ações ofensivas do Leão. Segundo ele, tudo isso faz parte do momento em que o time está vivendo, que prioriza vitórias em detrimento de um “jogo bonito”.

“Claro que eu quero estar com a bola, mas tenho que entender o que vivemos e estamos em uma situação difícil. Tenho participado muito mais do jogo sem bola e isso faz parte do processo. Hoje temos jogado para vencer jogos, independentemente se o jogo for bonito. Sei que no momento certo vamos ajustar isso, mas por enquanto tenho que ajudar meus companheiros da melhor forma possível”, avaliou.

O próximo compromisso do Remo na Série C será nesta quinta-feira (8), às 16h30, contra o América de Natal, em casa. A partida terá transmissão Lance a Lance pelo Oliberal.com e ao vivo pela Rádio Liberal.

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade