Notícias

Julgamento de Bolsonaro no TSE será dia 22 de junho, confirma Alexandre de Moraes

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, marcou para 22 de junho o julgamento da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) que pode deixar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) inelegível por oito anos. Ele é investigado pelos ataques que fez ao sistema eleitoral brasileiro durante uma reunião com embaixadores, em julho de 2022, no Palácio da Alvorada. Moraes ainda reservou os dias 27 e 29 de junho para a mesma pauta.

A Aije foi movida pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), que aponta que Bolsonaro, na reunião com os embaixadores, com transmissão pela internet e pela TV Brasil, fez ilações sobre fraudes nas urnas eletrônicas. O sistema é usado no Brasil desde 1996 e vem sendo constantemente atualizado desde então, com auditoria de vários entes e testes. O ex-presidente e aliados dele foram eleitos por esse sistema nas eleições de 2018.

Em maio, o Ministério Público Eleitoral (MPE) se manifestou favorável de que Bolsonaro seja impedido de concorrer às eleições de 2026 e 2030, por entender que houve abuso de poder político. “Eu não tenho uma denúncia sequer de corrupção, zero. O processo que vai ser julgado no TSE é pela reunião que eu fiz com embaixadores no ano passado, foi um ‘crime’ que eu cometi. Mas, infelizmente, em alguns casos, no Brasil, você não precisa ter culpa para ser condenado”, declarou o ex-presidente sobre o caso.

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade