Notícias

Homem é levado à delegacia após ameaçar de morte companheira e duas crianças em Castanhal

Um homem foi conduzido à Delegacia Especializada no Atendimento À Mulher (Deam) de Castanhal, nordeste paraense, suspeito de ameaçar de morte a companheira e duas crianças, sendo que uma delas tem pouco mais de um ano de idade. O caso ocorreu, na noite de sexta-feira (2), na Alameda Bragança, bairro Caiçara.

VEJA MAIS 

[[(standard.Article) Vídeo mostra motorista de app ameaçando pai e criança autista com taco de beisebol]]

[[(standard.Article) Homem é preso por agredir grávida de seis meses em Parauapebas]]

[[(standard.Article) Tati Zaqui registra boletim de ocorrência acusando Thomaz Costa de violência doméstica e psicológica]]

Segundo o relato policial da ocorrência, por volta das 19h30, o Núcleo Integrado de Operação (Niop) acionou uma guarnição do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM) para averiguar uma denúncia de violência doméstica. Os militares chegaram no local e encontraram a vítima chorando, relatando que tinha sido agredida pelo companheiro. O homem, conforme disse a mulher aos militares, também teria ameaçado matar a companheira e outras duas crianças.

Pertences da casa da vítima foram destruídos, incluindo, um espelho grande que, ao que tudo indica, teria sido danificado feito pelo suspeito, de acordo com a polícia. À PM, ela disse ter medida protetiva contra o suspeito, porém apresentou apenas um boletim de ocorrência.

A mulher repassou aos policiais o endereço da mãe do companheiro, onde possivelmente estaria escondido. A genitora do suspeito informou aos agentes que o filho não estava lá. Depois disso, os PMs retornaram à casa da vítima e foram informados pela proprietária de que o suspeito tinha acabado de sair em bicicleta, levando um ventilador e teria tentado matá-la com uma faca.

O homem foi localizado em posse de uma faca pequena de serra. Durante a abordagem, a polícia percebeu que ele estava com manchas de sangue em uma das mãos que, provavelmente, eram machucados por ter dado um soco no espelho da casa da companheira, ainda de acordo com a PM.

Ele chegou a apresentar nervosismo e por estar com a faca, os agentes precisaram algemá-lo e o conduziram à Deam. A redação integrada de O Liberal solicitou mais detalhes à Polícia Civil para saber se o suspeito foi preso pelo crime ou liberado. A reportagem aguarda retorno. 

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade