Notícias

Grupo armado abre fogo contra pilotos de rali e deixa 10 mortos no México

Um ataque armado resultou na morte de 10 pilotos de rally e deixou outros 9 feridos em Ensenada, região noroeste do México. O massacre ocorreu durante a tarde do último sábado (20), enquanto os pilotos estavam parados no acostamento. Um grupo de homens chegou ao local em uma caminhonete e, sem hesitar, abriu fogo contra as vítimas.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Key Alves, do BBB 23, tatua bandeira do México e internautas apontam erro; entenda]]

[[(standard.Article) Homens matam criança e outras seis pessoas em resort no México]]

[[(standard.Article) Pelo menos 39 pessoas morrem durante incêndio em centro de migração na fronteira entre México e EUA]]

Vídeos angustiantes compartilhados nas redes sociais revelam os corpos das vítimas espalhados pela trilha empoeirada, ao lado de seus veículos 4×4. As autoridades acreditam que esse ato brutal possa estar relacionado a disputas entre grupos envolvidos no tráfico de drogas.

O prefeito de Ensenada, Armando Ayala, anunciou o aumento da segurança na região. Em uma nota oficial, ele declarou: “Estou em constante contato com a Procuradoria-Geral do Estado, bem como com as autoridades federais dos três níveis de governo, a fim de fornecer todas as informações necessárias”.

O Ministério Público de Baja California, estado ao qual Ensenada pertence, divulgou um comunicado anunciando a formação de um “grupo especial de investigação” para identificar os responsáveis pelo crime e determinar os motivos por trás desse ataque chocante.

Devido às suas vastas áreas desérticas, Baja California tem sido o cenário de corridas de veículos 4×4 com a participação de pilotos de todo o mundo. Uma das provas mais renomadas é conhecida como “Baja 1000”, na qual competem carros, motos e quadriciclos desse tipo. No entanto, o estado de Baja California tem enfrentado sérios problemas de segurança, sendo um dos locais com maior número de homicídios dolosos no México. A maioria desses crimes é atribuída às disputas entre gangues ligadas ao crime organizado.

Segundo dados oficiais, apenas entre janeiro e abril deste ano, foram registrados 721 assassinatos no estado. Essa estatística alarmante coloca Baja California, juntamente com outros cinco estados, responsáveis por 47,3% do total de homicídios registrados no país durante o mesmo período, que alcançou a marca de 9.912 casos.

Infelizmente, esse não é o primeiro incidente de violência durante eventos esportivos no México. Em 15 de maio, seis pessoas, incluindo três menores de idade, perderam a vida durante um ataque armado contra torcedores em uma partida de futebol na cidade de Pachuca, localizada no estado central de Hidalgo.

O México tem sido envolvido em uma espiral de violência, resultando em quase 400.000 mortes e dezenas de milhares de pessoas desaparecidas desde 2006, quando o governo iniciou uma polêmica ofensiva antidrogas com apoio dos Estados Unidos e a participação das forças armadas mexicanas. A situação atual reforça a urgência de medidas efetivas para combater a crescente violência e garantir a segurança da popuçalação e dos visitantes.

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade