Notícias

Governo do Pará anuncia construção de UsiPaz em Castanhal

Moradores de Castanhal, município da Região de Integração Guamá, também terão acesso aos serviços de uma Usina da Paz. A construção do complexo multifuncional do governo do Estado foi anunciada na tarde desta sexta-feira (19), pelo governador Helder Barbalho. 
“Estamos cumprindo mais um passo para levar as Usinas da Paz ao interior do Estado, ao maior número de paraenses. Nós fizemos no primeiro governo nove Usinas da Paz, agora estamos com um plano ousado, de fazer mais 40 Usinas da Paz. Por isso, nós estamos implantando semanalmente novas usinas. Iniciando a construção deste, que é o maior e mais extraordinário equipamento de cidadania, para que possa chegar a todas as regiões do Pará, e ao maior número de pessoas”, ressaltou o governador.
O ato de assinatura da Ordem de Serviço contou com a presença da vice-governadora Hana Ghassan; do prefeito de Castanhal, Paulo Titan; do secretário de Articulação da Cidadania, Igor Normando; da primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, e demais autoridades estaduais e municipais.
Durante o evento também foram entregues Cadastros Ambientais Rurais (CAR) validados para agricultoras e agricultores familiares, iniciativa que integra o Programa Regulariza Pará; benefícios do programa de microcrédito CredCidadão e títulos de terra a produtores rurais cooperados da Comunidade Nazaré.
Oportunidades – Para a doméstica Ediane Carvalha, 38 anos, a chegada da Usina da Paz à região representa um novo tempo. “Eu moro aqui do lado, no conjunto Girassol, há nove anos. A gente precisa de atenção. Não é fácil tirar documento. É longe, demora muito. Assim como é com a saúde. Vindo esse projeto pra cá, eu acredito que vai melhorar muito”, disse a moradora.
A dona de casa Neia de Souza, 64 anos, ficou animada em saber das atividades que serão ofertados. “Estou muito feliz por saber que vem esse grande projeto pra cá. Estamos precisando muito. Aqui é um bairro mais afastado, e que agora vai ter tudo bem próximo de novo. Não vejo a hora de fazer hidroginástica”, adiantou.
Referência em cidadania –  Esta será a 15ª Usina da Paz no Pará, que vem se destacando como um modelo inovador de segurança pública e cidadania ao busca integrar ações e serviços essenciais nas áreas de saúde, educação, assistência social, cultura, esporte e lazer. O complexo multifuncional será construído em uma área estratégica, visando atender à população de Castanhal e municípios próximos.
“As Usinas da Paz são referência em cidadania para o nosso País, e quanto mais usinas tiver é melhor para a população. Mas 40 é um número estratégico, porque vai acompanhar principalmente a atenção básica na população, principalmente nas áreas vulneráveis. Então, as 40 Usinas equivalem a mais de 80% de cobertura da nossa população. Hoje, nós estamos andando em passos largos para que essa meta possa ser alcançada. Eu tenho certeza de que hoje a gente avança ainda mais com essa instalação da Usina aqui em Castanhal”, informou o secretário de Articulação da Cidadania, Igor Normando.
Mais de 70 serviços intersetoriais serão ofertados gratuitamente na UsiPaz Castanhal pelas secretarias estaduais e órgãos parceiros, como atendimento médico, odontológico e psicológico, consultoria jurídic, emissão de documentos, treinamento de lideranças, atividades esportivas, capacitações e cursos profissionalizantes.
Parceria – As obras serão executadas pela empresa Vale, em uma área localizada no Ramal da Olaria, s/n, bairro Jaderlândia. As etapas de topografia e sondagem do terreno já foram iniciadas.
Atualmente, estão em funcionamento nove complexos no Estado: UsiPaz Amintas Pinheiro, no bairro Icuí-Guajará, em Ananindeua; UsiPaz Cabanagem, em Belém; UsiPaz Antônia Corrêa, no bairro Nova União, em Marituba; UsiPaz Padre Bruno Sechi, no bairro do Bengui, na capital; as UsiPaz Parauapebas e Canaã dos Carajás, no Sudeste do Estado; UsiPaz Jurunas/Condor, UsiPaz Terra Firme e a mais recente, no Guamá, em Belém.
Estão em obra as Usinas de Altamira, no Oeste, e Marabá, no Sudeste, e foram anunciadas recentemente pelo governador Helder Barbalho as obras das Usinas em Bragança (Nordeste), Cametá e Abaetetuba, no Baixo Tocantins.

Fonte: Diário do Pará 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade