Notícias

Ciclone no RS: uma pessoa morreu e cinco estão desaparecidas após temporais

Uma pessoa morreu e cinco estão desaparecidas após temporais causados por um ciclone extratropical, que atingiu diferentes regiões do Rio Grande do Sul, na madrugada desta sexta-feira (16). De acordo com o Governo do Estado, a morte e um dos sumiços foram registrados   em São Leopoldo; o outro desaparecimento foi em Portão. As duas cidades ficam na Região Metropolitana de Porto Alegre.

A vítima que veio a óbito em São Leopoldo sofreu uma descarga elétrica e tinha 23 anos. A informação foi repassada pelo governador Eduardo Leite. Já o que desapareceu na cidade estava em um carro que foi arrastado pela correnteza de um riacho durante o temporal. 

Ele estava na esquina das ruas Felipe Uebel e Brusque, no bairro Rio Branco, local em que uma ponte foi levada pela água. Durante o ocorrido, o homem estava junto do irmão, que conseguiu ser resgatado. Agora, os bombeiros trabalham nas buscas pela vítima.  

Segundo a prefeitura de Caraá, três pessoas estão desaparecidas na cidade, mas não detalhou informações. Informações sobre o desaparecimento de uma pessoa em Portão também não foram divulgadas. 

Pedidos

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), pediu aos moradores da cidade que não saiam de casa durante o dia de hoje. “A quem tiver possibilidade, fazemos apelo para que evitem deslocamentos”, publicou o prefeito de Porto Alegre em suas redes sociais.

Na internet, o prefeito de Maquiné (RS), João Marcos Bassani dos Santos, também apelou para que as pessoas deixem as próprias casas por causa dos alagamentos provocados pelas fortes chuvas.

 

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade