Notícias

Caso Jeff Machado: Traficantes denunciaram à polícia onde suspeito estava escondido

Nesta quinta-feira (15), a Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMRJ) encontrou o esconderijo de Bruno de Souza Rodrigues, considerado o principal suspeito do assassinato do ator Jeff Machado. A informação sobre o paradeiro de Bruno foi repassada aos policiais por traficantes do Morro do Vidigal, que tomaram conhecimento de sua presença na comunidade durante uma operação da Polícia Civil.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Caso Jeff Machado: mãe do ator comemora prisão de Bruno Rodrigues em áudio]]

[[(standard.Article) Caso Jeff Machado: Bruno Rodrigues, principal suspeito de matar o ator, é preso no RJ]]

[[(standard.Article) Jeff Machado contou à mãe que Bruno estava muito estranho dias antes do crime]]

O produtor de TV foi preso pela equipe da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Vidigal pela manhã. De acordo com a corporação, Bruno foi localizado em um hostel na Rua Dr. Olinto de Magalhães, na comunidade de São Conrado, com base em informações de inteligência. Ele não ofereceu resistência durante a prisão.

As forças de segurança do Rio de Janeiro monitoraram os movimentos do suspeito em diversos bairros da Zona Sul da capital por pelo menos cinco dias. A descoberta do paradeiro de Bruno ocorreu por meio do rastreamento do sinal de Wi-Fi que ele utilizava na região alta da comunidade.

Desde a decretação de sua prisão em 1º de junho, Bruno passou por Mesquita, na Baixada Fluminense, e pela residência de um amigo em Campo Grande, sendo frequentemente visto na companhia de seu cachorro da raça Yorkshire. Hoje marca 143 dias desde o assassinato do ator Jeff Machado e a prisão de Bruno.

Na segunda-feira (12), o Disque Denúncia anunciou uma recompensa de R$ 1 mil para informações que levassem ao paradeiro do suspeito foragido. Na semana anterior, a Justiça negou um pedido de habeas corpus para que Bruno aguardasse em liberdade a conclusão do inquérito policial.

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade