Notícias

Campeões do Águia de Marabá predominam no Troféu Camisa 13

A premiação mais tradicional da região Norte do país, pelo 31° ano consecutivo, já sabe a escalação da onzena titular do Campeonato Paraense de 2023, ao lado dos seus destaques. A votação final do Troféu Camisa 13, referendada pelo voto do torcedor, fator que engrandece o mecanismo de escolha, dada a paixão incisiva dos adeptos do esporte do Pará, demonstrou uma vasta variedade em sua escalação nesta temporada, em especial, com a presença do Águia de Marabá, campeão inédito do ano e representante do interior pela primeira vez no pódio depois de 11 anos, como o verdadeiro embaixador da massa em uma edição que teve 439.433 votos depositados nas urnas fixas e no site oficial do evento, em um período de 115 dias, além de atingir a marca de 611 troféus entregues.Exposição mostra 31 anos do Troféu Camisa 13 Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Águia de Marabá FC oficial (@aguiademarabafcoficial) Pela campanha impecável no gramado, o Azulão Marabaense consagrou cinco atletas na Seleção do TC13, algo inédito até então entre participantes interioranos. Os escolhidos do grande campeão, de acordo com os votos, fizeram por merecer o destaque na promoção. Foram eles o goleiro Axel Lopes, o lateral-direito Bruno Limão, o zagueiro Betão, autor do gol antológico de bicicleta na finalíssima, o 2° volante Castro e o 1° meia-atacante Adauto, que recebeu o maior número de votos desta edição com quase 16 mil preferências no meio da torcida. Mathaus Sodré, treinador responsável por guiar a equipe ao seu primeiro título da elite do estadual, também foi agraciado com o posto de melhor comandante da competição. O Cametá, que encerrou na quarta posição depois de uma campanha interessante, o que lhe garantiu calendário para 2024, também levantou a bandeira do interior com a presença de Rayro na onzena, escolhido como o melhor lateral-esquerdo.
Vice-campeão da temporada, o Clube do Remo também viu alguns de seus profissionais saírem com destaque na análise da torcida. Com três jogadores entre a onzena principal, como é o caso de Anderson Uchôa como 1° volante, Muriqui com atacante 1 e Pablo Roberto como 2° meia-atacante, este último ainda foi consagrado como o craque do campeonato pela galera.
O Papão, que encerrou a edição do Parazão de 2023 na terceira colocação, também teve representantes no TC13. Genilson como zagueiro central e Mário Sérgio como atacante 2°. Mário Sérgio ainda abocanhou o prêmio de artilheiro, ao adicionar o tom de azul-celeste. Juninho, que hoje defende o Lobo, recebeu o prêmio de melhor revelação por sua participação contundente pela Tuna Luso. 

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

 CONFIRA OS ESCOLHIDOS DA PREMIAÇÃO
 Goleiro: Axel Lopes (Águia) – 12.663
Lateral-direito: Bruno Limão (Águia) – 8.038
Zagueiro 1: Genilson (Paysandu) – 10.686
Zagueiro 2: Betão (Águia) – 12.820
Lateral-esquerdo: Rayro (Cametá) – 12.192
Volante 1: Anderson Uchôa (Remo) – 13.440
Volante 2: Castro (Águia) – 8.328
Meia 1: Adauto (Águia) – 15.797
Meia 2: Pablo Roberto (Remo) -14.439
Atacante 1: Muriqui (Remo) – 11.698
Atacante 2: Mário Sérgio (Paysandu) -14.700
Técnico: Mathaus Sodré (Águia) – 8.577
Craque do campeonato: Pablo Robeto (Remo) – 8.732
Revelação: Juninho (Tuna) – 12.781
Artilheiro: Mário Sérgio (Paysandu) – 10 gols
Preparador físico: Jaime Ferreira (Paysandu) – 12.140
Árbitro: Olivaldo Moraes – 12.928

Fonte: Diário do Pará 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade