Notícias

BR-158: 45 km revitalizados da rodovia são liberados no Pará

A recuperação do investimento público em rodovias pelo Governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes, resultou em um trânsito mais seguro em uma rodovia fundamental para o escoamento da produção de minérios do sudeste do Pará. Foram liberados 45 quilômetros revitalizados da BR-158/PA, em trecho que vai do Km 794 ao Km 839 da BR-158/PA, localizado em Santana do Araguaia (PA).Participaram do evento on-line os ministros dos Transportes, Renan Filho, e das Cidades, Jader Filho; a vice-governadora do Pará, Hana Ghassan Tuma; o prefeito de Santana do Araguaia, Eduardo Alves Conti; e o diretor-geral do Departamento Nacional de Transportes, Fabrício Galvão.
“Fico feliz com o nível de desembolso dos investimentos para as estradas do Pará. De fato, houve um abandono nos últimos quatro anos. Estamos virando a chave, o que traz desenvolvimento ao estado e toda Região Norte do País. Facilitar o transporte de grão e o minério vai, inclusive, apoiar a balança comercial do Brasil”, afirmou o ministro das Cidades, Jader Filho.
Natural de Belém (PA), o ministro Jader Filho explicou a importância da ampliação da rodovia. “São trechos extremamente importantes não só para o Pará. Boa parte da produção que passa pelas rodovias vem do Tocantins e Mato Grosso até chegar em Barcarena. Belém possui uma única saída que só é duplicada até Castanhal. Por isso, há um trânsito intenso”, detalhou Jader Filho.LEIA TAMBÉM:+ Dia 17: Jader Filho e Lula entregam 222 casas em Abaetetuba+ A Voz do Brasil: Jader Filho pontua mudanças no “Minha Casa”+ Ministro Jader Filho fala sobre planos para cidades. Veja
Foram aplicados R$ 15 milhões em serviços de microrrevestimento e recuperação da sinalização, executados pelas equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). A renovação ocorreu como parte do contrato de manutenção que atende quase 200 quilômetros da rodovia, importante rota para o escoamento da produção de minérios de ferro, bauxita e manganês do Pará, até a divisa com o estado do Mato Grosso.
O ministro dos Transportes, Renan filho, anunciou que o estado do Pará assumiu a terceira posição no Brasil, com 25,4 % dos recursos já aplicados em 2023. “São R$ 417 milhões. Quase tudo que o governo federal aplicou no ano anterior. Estamos nos preparando para intensificar ainda mais os investimentos”, disse Renan Filho.
Em tom de agradecimento, a vice-governadora do Pará, Hana Ghassan Tuma, mencionou a importância “da priorização dos investimentos no estado. Estar duplicando os investimentos em relação ao ano passado já é motivo de muita alegria. Temos muitas expectativas!”.Investimento
O Governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes, prevê investimento de aproximadamente R$ 1,6 bilhão nas rodovias federais e no modal aquaviário do Pará, valor 2,49 vezes maior do que o investido em 2022 pela gestão anterior. Do total previsto ao estado na lei orçamentária, aproximadamente R$ 907 milhões se encontram reservados para ações de manutenção e conservação no setor rodoviário.
De janeiro de 2023 até o momento, já foi possível finalizar as obras da Instalação Portuária Pública de Pequeno Porte (IP4) de Mosqueiro (PA), aumentando a segurança no embarque e desembarque de passageiros e cargas, bem como ampliar a visitação das rotas da região, que conta com 23 praias de água doce. Outro avanço foi contratar as obras de pavimentação dos 35 quilômetros restantes do principal corredor de exportação da safra agrícola do Pará, a BR-163/PA.
O objetivo do Governo Federal é devolver às rodovias federais paraenses condições adequadas de trafegabilidade, com mais segurança para os usuários, uma vez que essas estradas contaram com baixos investimentos nos últimos anos, o que levou a uma deterioração da malha viária.  Com a aproximação do verão amazônico, em julho, e o fim do período de chuvas, serão retomados serviços e obras fundamentais para o estado como a construção do trecho Altamira a Rurópolis da BR-230/PA e o Novo Repartimento a Tucuruí na BR-422/PA.
*Com informações da Assessoria Especial de Comunicação do Ministério dos Transportes

Fonte: Diário do Pará 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade