Notícias

Bolsonaro divulga fake news e afirma que vacinas podem afetar testículos

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a fazer discursos contrários à vacinação e usando afirmações falsas para convencer seus apoiadores a rejeitarem a vacina contra a covid-19, sem qualquer embasamento científico. Em evento de filiação do PL na cidade de Jundiaí, em São Paulo, Bolsonaro disse ter lido a bula do imunizante e disse que a composição incluiria “grafeno” que, segundo ele, se acumularia nos “testículos e ovários”.

No entanto, as falas foram feitas enquanto o senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) argumentava sobre a importância do grafeno para o desenvolvimento econômico. Por definição, o grafeno é um material composto por átomos de carbono e tem sido apontado como o futuro da tecnologia, de acordo com o Inmetro.

As bulas dos imunizantes da Pfizer, Coronavac e Janssen, que são distribuídos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), não citam a presença de grafeno na composição.

Por causa da divulgação de notícias falsas sobre as vacinas, Bolsonaro passou a ser alvo de investigações em inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF). Em 2021, durante uma das ondas de contaminação pela doença, o ex-presidente associou a vacinação ao vírus da aids

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade