Notícias

Belém destaca vantagens do “TerPaz Ouvindo as Comunidades”

Promover maior participação popular e estabelecer um espaço de diálogo colaborativo permanente nos territórios da Região Metropolitana de Belém é o objetivo do “TerPaz – Ouvindo as Comunidades”, projeto da Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), lançado na noite de sábado (03), na Usina da Paz Guamá. A iniciativa aborda temas como saúde, sustentabilidade, equidade, educação, economia criativa, cultura, mobilidade e saneamento básico, buscando envolver os moradores nas decisões locais. A partir de agora, a iniciativa será levada aos demais bairros, para ouvir e atender as demandas de cada comunidade.
Segundo o titular da Seac, Igor Normando, “o projeto pretende retomar aquela escuta que iniciou ainda em 2019 nos Territórios pela Paz. A gente quer entender o que as comunidades precisam, como elas estão absorvendo a presença das Usinas da Paz e de que forma nós, enquanto uma Secretaria de Articulação, podemos atender cada necessidade”.
Para o presidente da Associação dos Moradores da Vila da Barca, Gérson Bruno, essa escuta “é um momento muito importante, pois pensar política pública de cima pra baixo não traz solução. As políticas têm que ser pensadas como uma pirâmide inversa”.
LEIA TAMBÉM:
Edmilson define 8 projetos prioritários para a COP 30Estado avança em Educação para área do Meio AmbienteA professora Cleide Oliveira, moradora do bairro da Condor, acredita que a atividade foi muito importante para aproximar a população dos governantes. “É um momento em que a gente pode ser ouvido, que pode trazer nossos problemas, e também indicar soluções. A gente realmente estava precisando que isso fosse feito”, ressaltou.
Igor Normando ressaltou ainda que a partir dessa ação será criado um ambiente de colaboração permanente. “Vamos fazer com que a população tenha condições de participar dos debates para as nossas ações enquanto gestão. É muito importante que a gente compreenda essas necessidades, para que possa, com muita sensibilidade e muito trabalho, fazer com que a vida das pessoas melhore”, acrescentou.
O Programa será levado para escolas dos bairros de Belém nos próximos meses. Em cada encontro será adotada uma dinâmica de escuta ativa, em que os participantes terão a oportunidade de expor suas necessidades e interesses nos eixos temáticos estabelecidos. O Projeto “TerPaz – Ouvindo as Comunidades” visa fortalecer a interação entre a população e o Estado, proporcionando um ambiente de diálogo colaborativo contínuo para construir territórios pacíficos, inclusivos e participativos. 

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

 Ações integradas – O Programa Territórios pela Paz (TerPaz), construído pelo Governo do Pará e coordenado pela Seac, começou em 2019 e já realizou mais de 2,1 milhões de beneficiamentos. Com o objetivo de promover pacificação, inclusão social e desenvolvimento sustentável, o TerPaz atua por meio de ações integradas em segurança, cidadania e desenvolvimento, abrangendo áreas como saúde, educação, cultura, esporte, geração de renda, saneamento básico e mobilidade.
A iniciativa busca fortalecer a atuação do Estado em territórios vulneráveis, envolvendo a participação popular e o diálogo colaborativo para identificar demandas e buscar soluções, transformando positivamente a vida de milhares de pessoas em todo o Pará.

Fonte: Diário do Pará 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade