Notícias

Barcarena terá concurso de quadrilhas juninas no dia 30

A festividade de São João, do município de Barcarena, será realizada no dia 30 de junho, no ginásio poliesportivo José Batista dos Reis, com o tema: “Cultura Junina, uma tradição de amor”. Neste ano, sete grupos de quadrilha junina concorrerão às categorias: melhor marcador, miss caipira, miss mulata e miss cheirosa. Segundo a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), a Quadra Junina 2023 visa resgatar, incentivar e fomentar diversas manifestações culturais juninas da cidade, assim como a economia local. Para este certame foram investidos R$ 58 mil.

Cada quadrilha do grupo A recebeu R$ 10 mil como forma de incentivo, enquanto as da categoria B receberam R$ 4 mil. Os grupos participantes deste ano são: Roceiros do Divino, Rosa de Prata, Revolução Junina, Império Junino, Cheiro do Pará (grupo A); e Grupo Cultural de Mulheres (GCM) e Roceiros do Santa Rosa (grupo B). As premiações para as quadrilhas estão distribuídas da seguinte forma: 1º lugar (R$ 5 mil), 2º lugar (R$ 3 mil) e 3º lugar (R$ 2 mil). Às outras categorias, a gratificação ficou assim: miss caipira (R$ 800), miss simpatia (R$ 500), miss mulata (R$ 500) e melhor marcador (R$ 800,00). Os vencedores ainda receberão troféus. 

“Depois da pandemia, percebemos que a disposição das pessoas diminuiu um pouco para o São João, então, um dos nossos objetivos neste ano é resgatar esse espírito junino. No passado, já tivemos mais de 20 quadrilhas disputando o concurso, atualmente só temos sete. Houve também um certo desânimo por parte dos jovens nos últimos anos, mas nós não podemos abandonar isso, pois o evento de São João, além de fomentar a cultura, também é importante para a economia. Nosso objetivo, em 2023, é resgatar esse espírito junino”, afirmou José Oscar, secretário de Cultura e Turismo.   

Uma das estratégias da Secult para alavancar o São João do município é fazer com que a cidade possa sediar uma etapa estadual de concurso de quadrilha. “Nós estamos articulando para trazer, com apoio da prefeitura e governo do estado, um intermunicipal para cá. Mas será somente para o próximo ano. Dar a possibilidade de trazer outras cidades para Barcarena, não só possibilitará mais visibilidade para esses grupos, e incentivo, como nos ajudará a fomentar essa cadeia da cultura e economia de Barcarena”, prevê o titular da Secult.  

Quem vem para defender o título de campeã é a quadrilha Roceiros do Divino, vencedora do certame do ano passado. Com 15 anos de fundação, o grupo possui três títulos nos concursos de Barcarena, correspondentes aos anos de 2022, 2019 e 2018. Em 2023, a turma formada por mais de 40 integrantes, entre dançarinos, equipe de apoio e coordenação, traz o tema: “Metamorfose. A magia do borboletário do Mangal das Garças”. Para sonhar pelo quarto título de sua história, a agremiação vem ensinando há 8 meses, como afirma a presente Luciane Mendonça, 39 anos.

“Os nossos ensaios ocorreram sempre das 20h às 20h30, nos dias de semana, e das 13h às 18h, no sábado. No domingo passado (11), participamos de um concurso na Vila São Francisco, onde foi a nossa estreia neste ano. Deu tudo certo, mas ainda podemos evoluir. Domingo que vem participaremos de outro concurso municipal, essa será a última disputa antes do concurso de quadrilha de Barcarena. Esperamos ter uma apresentação maravilhosa e conquistar o nosso quarto título, se Deus quiser”, comentou a presidente da quadrilha Roceiros do Divino.  

Fonte: OLiberal.com 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade