Notícias

Baenão passa por últimos ajustes para receber o VAR

Terminada a polêmica envolvendo a definição do local do jogo decisivo do Campeonato Paraense, agora todas as atenções se voltam para os ajustes finais que antecedem o duelo entre Clube do Remo e Águia de Marabá, que será disputado nesta sexta-feira (26), às 20h, no Estádio Evandro Almeida, o Baenão.Te liga, azulino (a)! ????Os ingressos para o 2° jogo da final do Campeonato Paraense 2023 já estão disponíveis. Corre pra garantir o teu, vamos fazer o Caldeirão ferver nessa decisão! ????️????Ingressos ????➡️ Arquibancada (Almirante e 25): R$30➡️ Cadeira (setor 25 e visitante):… pic.twitter.com/jNIG9AAoPb— Clube do Remo (@ClubeDoRemo) May 24, 2023 FPF confirma Clube do Remo e Águia de Marabá no BaenãoÁguia de Marabá chega a Belém com força máxima para encarar o RemoGasparino fala sobre contratações do Remo: “Peças pontuais”Impasse no Baenão faz diretoria do Remo “quebrar a cabeça”Logo após a confirmação do duelo na casa azulina, através do presidente da Federação Paraense de Futebol (FPF), Ricardo Gluck Paul, em entrevista para o DOL, também foi confirmado o quadro de arbitragem para a decisão, com Bruno Arleu de Araújo-FIFA/RJ no apito. Todos os equipamentos necessários para o uso da arbitragem de vídeo (VAR) também já estão sendo instalados.
Em seu perfil no Twitter, o diretor jurídico da FPF e ex-presidente do Clube do Remo, André Cavalcante, mostrou a imagem da instalação e reiterou que a final será no Baenão. “Sala do VAR sendo montada no Baenão. 1ª final de um Campeonato Paraense com o uso da tecnologia. Um avanço necessário prometido e cumprido pela @FPFPARA. Vamos por mais”, destacou.Sala do VAR sendo montada no Baenão. 1ª final de um Campeonato Paraense com o uso da tecnologia. Um avanço necessário prometido e cumprido pela @FPFPARA. Vamos por mais. pic.twitter.com/A3585ux2vO— André Cavalcante (@andre_cvlcnt) May 24, 2023 Por conta da vitória no confronto de ida, disputado em Marabá, pelo placar de 1 x 0, o Azulão tem vantagem para ser campeão de forma inédita do Parazão. Já os azulinos necessitam fazer dois gols de diferença, caso queiram conquistar o bicampeonato estadual ainda no tempo normal e comemorar o título para se redimir da má fase ao lado do torcedor, que deverá lotar as arquincadas.

Fonte: Diário do Pará 

Deixe aqui seu comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Acessibilidade